Por: (Arte Metal)

Os gaúchos do WORSIS (que no início se denominavam Kairos) surgiram em 2014 e até o lançamento deste primeiro disco lançaram dois singles, que inclusive estão no repertório deste debut. Três anos após sua fundação, finalmente Alvaro Verdi (vocal/guitarra), Lucas de Barros de Lima (guitarra), Ale Musatto (bateria) e Eduardo Mazui (baixo) chegam ao seu primeiro disco.

O Thrash Metal da banda soa nos moldes atuais, ou seja, com aquela pegada direta, riffs carregados e uma dinâmica intensa, sempre abordando o caos atual de forma inteligente e sensata. A banda, ao invés de se prender ao ‘old school’ ou tentar seguir tendência, une os dois e gera uma sonoridade atemporal.

As guitarras de muito bom gosto mostram uma massa sonora impressionante com riffs potentes, criativos e bem executados, trazendo timbres típicos do estilo. A cozinha mostra uma pegada intensa que enfatiza o peso e a agressividade impressionante que as composições possuem.

A banda ainda adota alternâncias de ritmos não muito bruscas, que ajudam a caracterizar bem a sonoridade do álbum e ainda investem em um ‘groove’ bem dosado, que trazem as composições para um âmbito moderno (no bom sentido da palavra). Tudo com uma produção de qualidade e que se encaixa a proposta, a cargo de Thiago Caurio (ASTAFIX), que participa tocando percussão na faixa Facing The Worms.

Destaque para faixas como Sisyphus, Pais sem Leis, What Remains of the Future?, Still Resisting e Manipulados pelo Sistema. Vale mencionar que as músicas cantadas em português soaram muito boas e se encaixaram perfeitamente com a proposta da banda. Uma estreia agressiva e de peso.

Worsis - Blinded by the System

Nota: 8,5

Trackilist:

  1. Sisyphus
  2. Pais sem Leis
  3. Echoes of Pain
  4. False God
  5. Slaves of Corruption
  6. What Remains of the Future?
  7. Still Resisting
  8. Under Mud
  9. Facing the Worms
  10. Manipulados pelo Sistema
  11. Born to Bleed

Link sobre a banda: 

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.