Blind Guardian – Tom Brasil – São Paulo/SP

Promessas são dívidas e o Blind Guardian cumpre as que faz. Após sua última passagem pelo Brasil em 2012, o grupo havia prometido tocar The Last Candle que havia sido constantemente pedida durante a ocasião e, para a alegria dos fãs paulistanos, ela foi tocada junto de um setlist formidável.

Sendo esse o último show da bem-sucedida turnê brasileira, que passou por 6 capitais antes de chegar na do Estado de São Paulo, o setlist foi um pouco mais longo com duas canções a mais que a quantidade que vinha sendo tocada. E mais uma vez, o público colocou Majesty no grito já que dessa vez ela não estava na lista, o que foi conferido ao ver um dos sets entregues a fãs no final do evento.

Não que os alemães não estivessem preparados para tocá-la já antecipando o barulho que os paulistanos fariam pedindo-a. Barulho aliás que, de acordo com a banda, foi registrado para um futuro disco ao vivo. Eles são extremamente bem entrosados como sempre e é impressionante como ainda demonstram vigor ao fazer uma apresentação de 2h25 de duração. Mais impressionante ainda é a voz de Hansi Kürsch, que perto de seus 50 anos, está mais precisa que nunca.

Mesmo em constante evolução com sua discografia, as músicas do Blind Guardian possuem elementos característicos que permitem a banda ir do disco mais recente com The Ninth Wave, que abriu a noite, para Banish From Sanctuary de 24 anos atrás sem causar estranhamento, mesmo que entre cada canção venha uma breve pausa para que a música seja apresentada com alguma história dando um breve descanso para os fãs.

Os fãs aliás tem uma fidelidade para com o grupo digna de elogios. Compareceram em peso em todos os shows da tour, sabem o que esperar e que sua participação é uma parte importante do evento, seja com as mãos em Majesty ou segurando o refrão de Valhalla e a última frase de The Last Candle por quase 3 minutos perante os sorrisos dos músicos. Eles fazem parte do acontecimento tornando o show do Blind Guardian algo único, ainda mais por ocorrer com uma quase frequência olímpica por aqui já que a média de tempo entre um show e outro é de 3 a 4 anos, salvo exceções. Aqueles que perderam mais uma memorável noite com os bardos alemães agora terão de esperar um pouco antes de ver novamente uma das melhores bandas de metal ao vivo.

Setlist: 

The Ninth Wave
Banish from Sanctuary
Nightfall
Fly
Tanelorn (Into the Void)
Prophecies
The Last Candle
Miracle Machine
Lord of the Rings
Time Stands Still (at the Iron Hill)
I’m Alive
Imaginations from the Other Side

Bis:
Wheel of Time
Twilight of the Gods
Valhalla

Bis 2:

Majesty
The Script for My Requiem
The Bard’s Song – In the Forest
Mirror Mirror
Barbara Ann