Within Temptation – Audio Club – São Paulo/SP

  • Post author:

Certas bandas, como o Within Temptation, possuem um público fiel que as acompanham ao longo da carreira mesmo com mudanças e/ou buscas de novas sonoridades que ocorrem durante esse tempo. Os holandeses há muito deixaram seu metal sinfônico para trás e hoje em dia flertam com um som mais acessível, mas com a mesma qualidade de sempre. Assim, não foi nenhuma surpresa o Audio Club estar quase lotado para o show no último domingo, em São Paulo, que encerrou a tour brasileira.

Apesar da breve demora para abertura das portas, que causou um leve atraso no início da apresentação, os fãs puderam conferir um show caprichado, como raramente se vê nas produções por aqui. Acompanhados por um belo jogo de luzes e um telão ao fundo, os integrantes subiram ao palco um após o outro, até que Sharon surgisse para cantar Paradise (What About Us). Nesse momento os telões também trouxeram imagens de Tarja Turunen, que participa da canção no disco e teve suas vozes reproduzidas no playback. Outros convidados que também participaram de Hydra, mais recente álbum da banda, tiveram, durante o set, suas imagens projetadas e suas vozes acompanhando o Within Temptation: Howard Jones (ex-Killswitch Engage) na faixa Dangerous e o rapper Xzibit na faixa And We Run. Somente a canção Whole World Is Watching, com participação de Dave Pirner (Soul Asylum), ficou de fora do setlist.
E se toda a produção foi bem colocada, o público também fez a sua parte e mostrou o porquê de os brasileiros serem tão bem elogiados nesse quesito. Não foram poucas as vezes onde bastava o gesto de algum músico para a plateia seguir com palmas ou então cantar em coro algum refrão. Houve até um pedido de Sharon para que todos dançassem quando tocaram a cover de Summertime Sadness da cantora Lana Del Rey. Com a casa quase cheia, não havia muito espaço para tanto, o que não diminuiu a empolgação dos presentes que se mostrou compatível com a da banda. Em diversos momentos, a dupla de guitarristas formada por Stefan Halleblad e Ruud Jolie, se dirigiu próximo ao público durante solos, enquanto Sharon dançava pelo palco, pulava ou, até como ocorrido durante The Promise, apareceu com uma máscara e um manto.

Mesmo que as novas músicas vindas da evolução do som do Within Temptation sejam bem recebidas por todos (e um total de oito faixas do novo disco Hydra foram tocadas), é nas canções dos primeiros discos que o público se entrega em coros e acompanhando a letra. Com Mother Earth encerrando a primeira parte do show, o grupo retorntou para o bis rapidamente com a nova Covered By Roses finalizando seu set com a clássica Ice Queen que, como esperado em um show de metal, foi acompanhada pela plateia vigorosamente. Dois momentos distintos no bis da evolução sonora do Within Temptation que funcionaram de forma harmônica ao vivo.

Sob aplausos gerais, os holandeses deixaram o palco após quase duas horas de show e os fãs ainda assim puderam sair de lá em um horário agradável, mesmo sendo um domingo, mostrando que quando os produtores ouvem as demandas do público, ambos os lados tendem a ganhar.

Confira a galeria de fotos completa desse show

Setlist: 

Paradise (What About Us?)
Faster
Let Us Burn
In the Middle of the Night
Edge of the World
Our Solemn Hour
Stand My Ground
Summertime Sadness (Lana Del Rey cover)
And We Run
The Promise
Dangerous
Angels
Sinéad (versão acústica)
Hand of Sorrow
Tell Me Why
What Have You Done
Silver Moonlight
Mother Earth

Bis:
Covered By Roses
Ice Queen