Por: (Arte Metal)

O ‘old school’ resiste, ainda bem, e o WARGORE, banda oriunda de Cascavel/PR representa bem essa pegada. Apesar de formada em 2016 (ontem – risos), o grupo é composto por músicos experientes e que possuem conhecimento de causa no que propõem.

Mas, é bom deixar claro que quando falamos em ‘old school’, o quinteto paranaense o faz de forma natural, sem soar forçado. A proposta fica entre o Death e o Thrash Metal num equilíbrio impressionante e pouco visto nos dias atuais, o que é prazeroso e glorificante quando se ouve.

Ótimos riffs dão à tônica em seis composições agressivas que mostram uma boa variação rítmica dentro de uma objetividade no ponto. Isso faz com que a audição do trabalho fique cada vez mais legal e o disco possa ser apreciado de cabo a rabo várias vezes.

Músicas dinâmicas, clima um tanto quanto soturno e uma pegada direta fazem com que “Between Evil and Death” sejam um trabalho surpreendente e de muito bom gosto. Para ficar ainda melhor, nos próximos lançamentos a banda pode lapidar um pouco melhor a produção, que está longe de ser ruim, mas soa um pouco abafada, algo que não tira o brilho do EP. Vida longa ao WARGORE.

Wargore - Between Evil and Death

Nota: 8,0

Tracklist:

  1. Doomed to Live
  2. Destroy the Creation
  3. Asleep Minds
  4. Concilium Vaticanum
  5. Don’t Exist a Written Path
  6. Hammer of Shame

Link sobre a banda:

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.