Por: (Arte Metal)

Uma verdadeira seleção forma o grupo sueco WE SELL THE DEAD, afinal não se pode deixar passar batido uma banda que tem Apollo Papathanasio (vocal, SPIRITUAL BEGGARS, ex-EVIL MASQUERADE, ex-FIREWIND, etc), Niclas Engelin (guitarra, IN FLAMES, ex-GARDENIAN, etc), Gas Lipstick (bateria, BENDOVER, ex-GANDALF, etc) e Jonas Slättung (baixo/vocal).

Em seu debut, o quarteto consegue mostrar que é possível investir no Heavy Metal e soar peculiar. Não necessariamente original, mas fugindo das fórmulas comuns, o WE SELL THE DEAD consegue apresentar um trabalho no mínimo ‘fora da casinha’ do que é comum nos dias de hoje.

As composições são guiadas por uma orientação que flerta com o Hard Rock, mas em seu lado sombrio, mais cadenciado e melódico. Inclusive o peso das composições é extra e a temática sai fora do quesito fantasioso ou festivo para cair em reflexões ‘distópicas’ e problemas sociais.

A princípio “Heaven Doesn’t Want You and Hell Is Full” parece um disco indigesto, mas com o tempo se torna um trabalho interessantíssimo e revela inclusive facetas do Doom Metal tradicional, não só devido à sua cadência na maior parte, mas também pelos climas atmosféricos e soturnos em alguns momentos.

Se duvidas disto, é só ouvir faixas como Echoes Of An Ugly Past, Leave Me Alone e seu refrão grudento, a pesada Imagine, Turn It Over e o dueto vocal entre Papathanasio e Slättung, além de Silent Scream. A produção que traz uma sonoridade equilibrada, de Oscar Nilsson, é outro ponto positivo. Um disco no mínimo diferenciado.

Resultado de imagem para we sell the dead cover only

Nota: 8,5

Links sobre a banda: 

Site

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.