O Woslom está  banda que já tem mais de 13 anos de estrada, lançou seu primeiro trabalho em 2007″ Time To Rise”. Fernando Oster (baterista) nos conta um pouco do porque do atraso no lançamento o quando curte seus fãns e os novos projetos do Woslom.

Porta do Inferno: O Woslom está na ativa desde 1997 lançou algumas demos, mas só agora 13anos depois lançou um cd debut, o que ocorreu?

Fernando Oster: Todo mundo pergunta isso (rs). Bem, aconteceu que a gente foi amadurecer mesmo pra fazer um CD só em 2007. Mesmo assim, tivemos a troca do nosso vocal em 2009 e isso acabou atrasando o lançamento, pois tivemos que regravar todos os vocais com o Silvano. Mas a partir de agora as coisas tendem a andar com mais velocidade.

P.I.: Time to Rise, tem recebido ótimas criticas o que a banda esta achando de tudo isto?

Cara está extremamente felizes e satisfeitos com esse nosso trabalho. Valeu a pena todo nosso esforço pra ter esse reconhecimento que estamos tendo agora.

P.I.: Ouvindo Woslom você tem aquela pegada de thrash oitentista, Testament, Exodus, até que ponto estas bandas de trhasher oitentista influenciam a banda?

Com certeza nossa escola é voltada para os anos 80. As bandas e os álbuns que mais gostamos são dessa época, então foi natural pra nós 4 fazermos um som mais voltado pro estilo. Muita gente nos diz que isso é passado, que temos que inovar, mas pra nós não tem porque inovar o que é bom, nossa idéia é reviver o que de melhor ocorreu naquele tempo e não deixar isso morrer. Tem muita porcaria sendo feita hoje em dia, então nossa idéia é trazer o clássico de volta.

P.I.: Time To Rise é um cd empolgante e o Woslom é uma banda bem energética como esta sendo a recepção do publico nos shows?

Bom, temos feito alguns shows desde o lançamento, a receptividade da galera tem sido excepcional. Temos vendido muitos CDs em nossos shows e tem muita gente vindo pra ver o Woslom, o que pra nós é muito legal.

P.I.: Vocês já têm idéia para um próximo cd? Já tem alguma musica feita ou um conceito a se trabalhado?

Humm, sim e não. Temos algum material, principalmente material do Silvano que agora vai nos ajudar nas composições e algumas coisas do Rafa também. Mas ainda não estamos pensando em um segundo álbum, ainda tem muito a trabalhar no Time to Rise.

P.I.: Bem o Silvano entrou na banda com o cd já  andamento isto modificou alguma coisa na concepção do cd?

 

Nas composições não, mas na parte de produção do CD sim. O Silvano colocou o jeito dele de cantar e deu alguns palpites em alguns arranjos, mas não participou diretamente nas composições. Certamente para o próximo CD ele terá uma participação bem maior. Já na concepção de arte, do clip e do projeto em si, todos nós tivemos participação direta, inclusive ele.

P.I.: Time To Rise a musica titulo do álbum ganhou um vídeo clipe, de quem foi a idéia de gravar este clipe, roteiro, cena?

A gente tem em mente que hoje em dia a imagem é tão importante quanto o som, então tínhamos em mente a idéia de gravar um clip. Porém isso era algo que nunca tínhamos feito antes. Foi realmente muito cansativo gravar o clip e todas as idéias praticamente surgiram na hora, não tínhamos roteiro e a produção foi concebida na hora, no local. Aprendemos demais com essa experiência e certamente tivemos um ótimo resultado, pelo menos pra nós ficou acima das expectativas.

P.I.: Tem alguma outra musica de Time To Rise que possa ganhar um vídeo?

Sim, terminamos as gravações do próximo vídeo clip há alguns dias. Será a faixa 5, Mortal Effect!!

P.I.: Muito obrigado ao Woslom pela entrevista, fica aqui o espaço para vocês deixarem seu recado aos fans.

Obrigado ao Portal do Inferno pela oportunidade e às pessoas que forem aos nossos shows, que venham falar com a banda, gostamos de ter essa proximidade com o público e fazer novos amigos! Keep Thrashing!

Portal do Inferno

Portal do Inferno é um site especializado em notícias do rock n roll ao metal extremo, resenhas, entrevistas e cobertura de shows e eventos!