Black Sabbath

Em recente entrevista, Tony Iommi, lendário guitarrista do Black Sabbath, compartilhou algumas opiniões sobre seu tratamento contra o câncer, o efeito que gerou em sua vida pessoal e profissional e como, de muitas formas, isso ajudou muitas pessoas. Confira alguns trechos abaixo.

Sobre sair em turnê durante o tratamento:
“Para ser honesto, queria saber se eu poderia fazer essa turnê. Tenho que lidar com a vida de uma forma muito diferente agora. Isso, para mim, tem sido um grande desafio. Até agora está tudo bem. O tratamento médico ainda está em andamento e durará por toda a vida, de vedade. Não vai terminar. Só tenho que tentar tratar isso. Então, eu volto para a Inglaterra a cada sete ou oito semanas para o tratamento, aí leva dez dias, duas semanas para eu me sentir normal de novo para poder cair na estrada”.

Sobre a valorização da vida:
“Toda a minha vida mudou. Minha atitude mudou com relação a tudo. A vida se tornou muito mais preciosa. Eu fico grato quando temos a oportunidade de nos juntarmos no palco para tocar e fazer aquilo que mais gostamos”.

Sobre como sua situação ajuda as pessoas:
“Acho que minha doença, de certa forma, ajudou todo mundo, porque trouxe a realidade de que você realmente não sabe quanto tempo isso vai durar. Era fácil levar as coisas numa boa antes. Acho que agora todo mundo aprecia o que temos e o que devemos fazer”.

Em outubro, o Black Sabbath vem ao Brasil para quatro shows, ao lado do Megadeth. As bandas tocarão em Porto Alegre, no dia 9, no Estacionamento da Fiergs; em São Paulo, no dia 11, no Campo de Marte; no Rio de Janeiro, no dia 13, na Praça da Apoteose; e em Belo Horizonte, no dia 15, na Esplanada do Mineirão.

Portal do Inferno

Portal do Inferno é um site especializado em notícias do rock n roll ao metal extremo, resenhas, entrevistas e cobertura de shows e eventos!

Deixe um comentário