Por: (Arte Metal)

A banda campineira ROCKET FIVE, fundada em 2014, não tinha uma pretensão imediata de lançar um álbum ao vivo. Afinal, apesar da experiência de seus músicos, são só cinco anos de carreira, um EP autointitulado e o álbum “On The Move” (2018) lançados. Porém, após a apresentação no Usina Jam Festival em dezembro de 2018 fez a banda mudar de planos.

Não era por menos, pois além de uma apresentação quase perfeita, em termos de energia e coesão, a banda conseguiu uma gravação excelente e isso não poderia passar em branco. Logo o trabalho resultou neste primeiro álbum ao vivo, mas lançado apenas digitalmente, o que não é problema algum.

O conteúdo, sem ser pejorativo, chega a superar o material de estúdio da banda, que já é de qualidade. Aqui, a mescla de Hard com Classic Rock que a ROCKET FIVE tornou sua característica, ganha dose extra de dinamismo e uma energia absurda, com precisão e pegada no instrumental.

A cada audição nota-se mais entusiasmo da banda, que além de destruir (no bom sentido, claro) no instrumental com guitarras raivosas, baixos que vibra e injeta certa dose de groove e bateria que conduz o ritmo sem bocejar, adota um clima de Space Rock com teclados sempre bem encaixados, o que já podia ser notado nos trabalhos anteriores.

Faixas como Stressed Out, Crazy Bitch, On the Move e a ótima Riders of the Stars são os melhores momentos do show. A inédita Solitary Man, que serve como prévia do próximo álbum fará com que o ouvinte fique com sede de mais material inédito. Comunicativa e empolgante, a ROCKET FIVE mostra neste trabalho ao vivo que o palco é seu principal território. “Movin’ On the Station (Live at Usina Jam)” está disponível no Spotify. Veja no link abaixo.

Resultado de imagem para Rocket Five – “Movin’ On the Station (Live at Usina Jam)”

Nota: 8,5

Links sobre a banda: 

Spotify

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.