Por: (Arte Metal)

São anos de estrada dedicados ao Metal e o TENEBRARIO mantém seu punho cerrado em nome do estilo. “The Silence of the Ancient Souls” é o segundo trabalho da banda depois de uma hibernação de alguns anos (a banda não chegou a encerrar as atividades) e mostra que o grupo mantém sua pegada.

O Metal tradicional do grupo é focado em bandas mais brutas do estilo, assim como GRAVE DIGGER, LIEGE LORD e até ANVIL. Mas o TENEBRARIO tem suas próprias características e o fato de apostar no peso, além de um ritmo mais cadenciado (não lento!), é uma delas.

Este EP traz duas novas faixas, Like No Other, que possui um ritmo dinâmico e riffs estonteantes, e Amrá, que é mais burocrática, possui mais variações e técnica, o que a deixa rica em todos os sentidos. As duas novas músicas provam que o Tenebrario deve lançar um disco completo.

As outras composições são duas regravações, uma para a clássica The Castle, do debut “Lighting Up Tenebrario” de 2001 e a outra para God Symphony, da demo “Second Act: Pain” (2007). Ambas muito bem incorporadas ao momento atual da banda. O único pormenor fica por conta da produção um pouco abafada e baixa, que pode ser melhor lapidada num próximo trabalho.

Tenebrario - The Silence of the Ancient Souls

Nota: 7,5

Tracklist:

  1. Like No Other
  2. The Castle (New Version)
  3. God Symphony (New Version)
  4. Amrá

Link sobre a banda:

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.