• Post author:

De dois em dois anos em nosso país, por conta do Rock in Rio, é de praxe suas atrações confirmarem shows em outras cidades. O Rockfest, que aconteceu no último sábado, 21 de setembro, na fria São Paulo, não foi diferente. Sem incidentes e com horários cumpridos à risca, cinco bandas se apresentaram por cerca de sete horas na zona oeste paulistana, para mais de 20 mil rockeiros, de diversas gerações.

 

ARMORED DAWN

Armored Dawn no Rockfest. 21 de setembro de 2019. Foto: Ricardo Matsukawa / Mercury Concerts.

A única banda nacional do line-up foi a encarregada de dar início ao festival. Com dois albuns lançados, a banda de viking metal já possui uma legião de fãs (podíamos ver várias pessoas trajando camisetas da banda ou pinturas de guerra no rosto) que sairam satisfeitos com a performance de cerca de 40 minutos do Armored Dawn, que contou, como ponto alto, com a música “Sail Away” dedicada a Andre Matos, morto em junho desse ano, em decorrência de um infarto.

Set-list
Beware of the Dragon
Chance to Live Again
Heads are Rolling
Animals Uncaged
Sail Away
Ragnarock
Gods of Metal
Rain of Fire

 

EUROPE

Europe no Rockfest. 21 de setembro de 2019. Foto: Ricardo Matsukawa / Mercury Concerts.

Europe foi a primeira atração gringa a subir ao palco do Rockfest, e não decepcionou. John Tempest foi um show à parte: performático, desceu pra cumprimentar a galera na grade e comunicou-se diversas vezes com o público em português, com direito à palavrões, que fizeram a platéia dar risadas.

Foi no show dos suecos também que pude presenciar a participação em massa da audiência, com a balada  “Carrie” e o hit “The Final Countdown”, esta última encerrando a apresentação sem nenhum imprevisto – em Curitiba, a apresentação foi comprometida pela forte chuva.

Set-list
Walk the Earth
The Siege
Rock the Night
Scream of Anger
Last Look at Eden
Ready or Not
War of Kings
Hole in My Pocket
Carrie
Superstitious
Cherokee
The Final Countdown

 

HELLOWEEN

Helloween no Rockfest. 21 de setembro de 2019. Foto: Ricardo Matsukawa / Mercury Concerts.

Com a noite consolidada na capital paulista, os alemães do Helloween subiram ao palco, trazendo uma dose maior de peso e velocidade. A banda foi a última atração confirmada do festival, já que substituiam ao Megadethque teve que cancelar seus compromissos nesse resto de ano por conta do tratamento de Dave Mustaine. Andi Deris lembrou disso no show e desejou melhoras para o colega.

É muito bacana ver Kai Hansen e Michael Kiske de volta, e o entrosamento entre Kiske e Deris, que dividem as vozes em diversas canções. Pra quem não pode ir nas apresentações épicas de outubro de 2017, a apresentação da banda valeu como compensação, e foi focada nos três primeiros albuns, ou seja, repleta de clássicos. Os shows do Helloween são uma festa, sendo assim, diversas bolas gigantes pretas e laranjas foram arremessadas durante o último ato, “I want out”.

Set-list
I’m Alive
Dr. Stein
Eagle Fly Free
Perfect Gentleman
Ride the Sky
A Tale That Wasn’t Right
Power
How Many Tears
Future World
I Want Out

 

WHITESNAKE

Whistesnake no Rockfest. 21 de setembro de 2019. Foto: Ricardo Matsukawa / Mercury Concerts.

“Are you ready?”  

Assim David Coverdale se dirige à plateia, anunciando o início de mais uma apresentação do Whitesnake com “Bad Boys”. Com 68 anos quase completos (seu aniversário foi no dia seguinte), David, tendo os escudeiros Reb Beach (guitarra), Joel Hoekstra (guitarra) e Michael Devin (baixo) os auxiliando nos vocais de apoio, não decepcionou (vale lembrar que dias antes, em Curitiba, ele cantou embaixo de chuva).

Clássicos como “Love Ain’t No Stranger”, “Is This Love” e “Here I Go Again”, e músicas mais recentes, como “Shut Up & Kiss Me”, do mais recente album, “Flesh & Blood”, foram executadas. Também tivemos um “duelo” de guitarras entre Reb e Joel, mas um dos pontos altos da noite foi o solo de bateria de Tommy Aldridge, usando tanto as baquetas como os próprios punhos, no alto de seus 69 anos (parece ter 30!). “Burn”, do Deep Purple, encerrou a apresentação dos ingleses.

Set-list
Bad Boys
Slide It In
Love Ain’t No Stranger
Hey You (You Make Me Rock)
Slow an’ Easy
Trouble Is Your Middle Name
Guitar Duel – Reb Beach & Joel Hoekstra
Shut Up & Kiss Me
Solo de bateria – Tommy Aldridge
Is This Love
Give Me All Your Love
Here I Go Again
Still of the Night
Burn (Deep Purple cover)

 

SCORPIONS

Scorpions no Rockfest. 21 de setembro de 2019. Foto: Ricardo Matsukawa / Mercury Concerts.

Eram 22h quando Scorpions, headliner do festival, subiu ao palco. O começo foi morno, mas foi esquentando conforme os hits da banda eram executados. Rudolf Schenker (guitarra), Klaus Meine (voz), Matthias Jabs (guitarra), Paweł Mąciwoda-Jastrzębski (baixo) e Mikkey Dee (bateria) tocaram por uma hora e vinte (poderia ter sido um pouco mais, em minha opinião) canções como “Wind of Change”, “Blackout”, “Big City Nights”, entre outras. Outro destaque foi o solo de Mikkey, com sua bateria erguida por cabos de aço.

Como já é tradicional dos alemães, “Still Loving You” e “Rock You Like a Hurricane” encerraram a noite em grande estilo.

Set-list
Going Out With a Bang
Make It Real
The Zoo
Coast to Coast
Top of the Bill / Steamrock Fever / Speedy’s Coming / Catch Your Train
We Built This House
Send Me an Angel (Acústica)
Wind of Change
Tease Me Please Me
Solo de bateria – Mikkey Dee
Blackout
Big City Nights

Still Loving You
Rock You Like a Hurricane

Scorpions no Rockfest. 21 de setembro de 2019. Foto: Ricardo Matsukawa / Mercury Concerts.

 

Agradecimentos: Catto Comunicação e Mercury Concerts