Por: (Arte Metal)

O Pantera fez escola e todo mundo sabe disso. Depois do final da banda, o polêmico vocalista Phill Anselmo, que participa de inúmeros projetos, levou mais adiante um deles, o Down. Por consequências naturais, devido ao sucesso do grupo, sua nova empreitada também fez escola.

Os são-joanenses do Stoned Bulls leram a cartilha do Down e a isso adicionaram suas outras influências, além de sua identidade, criando uma sonoridade pesada com foco no Stoner, Thrash noventista, Grunge e até Doom Metal. Isto é, não tem nada de novidade aí até então.

Porém, ninguém achou até agora aonde se encontra o fato de que pra ser bom deve ser original. Afinal, temos aqui uma banda de muita qualidade, enérgica e que destila gana em suas composições, sem soar a mais original do mundo e muito menos tentando reinventar a roda.

Riffs pesados, com um baixo que se desprende dos ritmos variados e uma bateria com pegada dão à tônica das composições, que possuem um vocal totalmente na escola do já citado Anselmo. As temáticas são baseadas em fatos ocorridos na terra natal da banda, São João da Boa Vista, no interior de São Paulo, e não fogem muito da patologia social que assola o país.

Stoned, Fault e a faixa título talvez sejam os destaques e esse ‘talvez’ é simplesmente pelo fato de as composições manterem um equilíbrio entre si. A produção é de qualidade, podendo ser mais bem lapidada, principalmente aumentando o volume desses riffs insanos que compõem o disco. Porém, nada é comprometedor e o resultado final é acima da média.

Resultado de imagem para Stoned Bulls – “Good For Shit”

Nota: 8,0

Links sobre a banda:

Site / Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.