Por: (Arte Metal)

Há 1 ano, a banda araraquarense The Assault lançava seu debut e demonstrava toda sua fúria dentro do Thrash Metal abrangendo todas as facetas do estilo. Agora, o trio paulista chega ao seu segundo disco mostrando uma evolução natural, porém mais focado em um único estilo: o Thrash Metal noventista.

Claro que a banda não se restringe a isso e adere elementos do Heavy Tradicional (com referências em Anvil) e ao Southern Metal, mas o foco principal é o que se fez de mais pesado e ‘groovreado’ na década de 90.

Tal fato se dá pelos riffs poderosos e muito bem elaborados a cargo de Artur Rinaldi, que também é o vocalista. A cozinha é versátil com o baixo de Iuri Rabatini se responsabilizando pela pulsação das composições, sendo que a bateria de Vitor Rinaldi explora o kit da melhor maneira e mais abrangente possível, com destaque para as viradas.

Com certa cadência, desta vez resolveram apostar numa variação rítmica não tão veloz, sendo que Artur encaixa sua voz esganiçada bem ao som proposto. O vocalista e guitarrista poderia forçar menos sua voz e dar mais naturalidade às suas interpretações, mas esse é um detalhe que não tira o brilho do disco.

Vale destacar que Abyss é um álbum conceitual baseado no livro do próprio Artur chamado “Abismo” que foi lançado no ano passado. Cada faixa representa um fragmento do romance e a banda pretende lançar o CD e o livro em um pacote. Destaque para faixas como Crisis, Absolute Ideas e Abyss.

Nota: 8,0

Tracklist:

01. Crisis
02. Subdivisions
03. Absolute Ideas
04. Trial
05. Uprise
06. Age of Freedom
07. Trouble Times
08. The Final Act
09. Introspection
10. Abyss

Links sobre a banda:

Facebook / Soundcloud

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.