Por: (Arte Metal)

Banda nova, formada em 2014, o The Corona Lantern vem da República Tcheca e além deste trabalho lançou um EP também em 2015. A banda aposta na mescla do Doom/Sludge Metal, mantendo-se bem na linha tênue que separa os dois estilos.

É interessante notar que, mesmo tendo sido lançado só 8 meses depois do EP, Consuming The Tempest mostra uma banda mais madura e músicas melhor estruturadas, além de mais lapidadas. A produção também traz uma qualidade maior, mesmo mantendo-se empoeirada como o estilo pede, porém menos ‘seca’.

Para quem ainda não conhece a banda, jogue num ‘tacho’ guitarras bem distorcidas, com timbres sujos, um baixo consistente que enfatiza o peso, uma bateria que dá o ritmo cadenciado com pegada e vocais guturais cavernosos e dessa receita sairá o The Corona Lantern.

Há pouca variação nas composições, e as mudanças de ritmos não são tão constantes, porém a inclusão de certa dose de melodia, e aura mais sombria do que melancólica, transformam a audição deste trabalho em algo curioso. Não é aquele tipo de disco que se digere de primeira, mas é um trabalho que depois de assimilado, se torna cada vez mais gostoso de ouvir.

The Corona Lantern - Consuming the Tempest

Nota: 8,0

Tracklist:

  1. Vertical Whispers /Intro/
  2. Sleeping on Warm Ashes
  3. Apathy That Resonates
  4. Incompatible Structures
  5. A Ray of Black Light Lantern
  6. Beneath the Leaves of Solitary
  7. Consuming the Tempest

Links sobre a banda:

Facebook / Bandcamp

 

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.