Bruno Schmidt – Divulsor

O Sul do Brasil é um celeiro de bandas de Metal Extremo e a cada dia que passa novas bandas surgem, brotam, e isso é impressionante. Hoje conversaremos com mais uma dessas “novas bandas”, trata-se da ‘one-man-band’ Divulsor, que, capitaneado pelo multi-instrumentista Bruno Schmidt, vem divulgando seu debut EP “Defiled Corridors of Ruptured Oblivion”, confira:

Como se deu início a trajetória musical do Divulsor?

Bruno: Olá, primeiramente, obrigado pela oportunidade dessa entrevista. Olha o Divulsor sempre começou com a ideia de ser uma ‘one man band’. A finalização do EP se estendeu um pouco mais do que o previsto, enquanto isso eu já fazia shows. Mas agora a previsão é do primeiro full sair este ano e ir fazendo shows onde tiver chance.

 

Divulsor é uma ‘one-man-band’ que busca fugir de rótulos e traz em sua essência. Qual a temática de seu trabalho? Quais são suas influências ?  No que elas contribuíram para construção deste novo trabalho?

Bruno: Bem, eu penso que ‘one man band’ na verdade é um detalhe, o Divulsor toca Death Metal, as influências acabam sendo várias.. as bandas vamos dizer “base” são influencias pra todos no Death Metal, Cannibal Corpse, Suffocation, Carcass, mas até algumas mais novas Inherit Desease, Pathology, Septycal Gorge, enfim, muitas coisas. Mesmo fora do Death Metal, música em geral é uma influencia pra quem compõe. Já a temática é sempre algo de ficção, sci-fi nada de letras políticas ou algo do tipo.

 

Conte-nos sobre ser ‘one-man-band’, qual o principal motivo que o levou a tocar sozinho? E como descreve a sua forma de tocar?

Bruno: Bem na verdade é um pouco da independência, pra compor, fazer shows. Todos em bandas sabem como é complicado achar os parceiros certos. No Divulsor, diferente das outras bandas que toquei, faço tudo no meu modo. Faço o show ao vivo com a bateria eletrônica de fundo e assumo a guita e os vocais, tento levar o show mais brutal possível para quem está lá.

 

Como foi o processo de composição das músicas do EP “Defiled Corridors of Ruptured Oblivion”? Onde é possível encontra-lo para ouvir e adquirir?

Bruno: O processo de composição é bem em cima de guitarra rítmica, não possui solos, então é tudo na base do riff. Pode surgir a partir de uma ideia na guitarra ou uma levada na bateria que pensei. O EP é possível conseguir em contato comigo pelo Facebook mesmo ou para comprar no site da Sevared Records, somente para ouvir tem no Spotify ou no mesmo no YouTube.

Ouça no Spotify:

Adquira agora: https://www.facebook.com/divulsor/ 

Nesse mesmo ano o Divulsor divulgou que está em processo de composição de um novo trabalho, poderia nos dar uma prévia do que vem por ai?

Bruno: Estou bem contente como este álbum vai sair, mais velocidade, uma produção melhor, não será muito extenso mas creio que quem já ouviu o EP “Defiled Corridors of Ruptured Oblivion” ou assistiu o show vai gostar bastante.

 

Quais são os planos futuros da banda? O que podemos esperar do Divulsor além desse álbum?

Bruno: Olha o mais importante é fazer bastante shows e levar o nome do Divulsor ao máximo de público, fiz shows com bandas ótimas nesse curto período, muitas amizades, tem sido ótimo. Mas sempre vou manter a mesma proposta, tocar Death Metal.

 

Qual a maior dificuldade e facilidade em ter uma banda ‘one-man-band’ nos dias de hoje? O que você acha que pode ser mudado, no geral, para que o metal nacional tenha mais espaço?

Bruno: A única dificuldade é de não poder dividir algumas tarefas mas sempre antes dos eventos me planejo bem para ver o que preciso. Olha questão de metal, nacional ou não eu acho que hoje o acesso é enorme hoje em dia, as pessoas encontram metal onde quiserem, sempre vai ser uma música de contra-cultura. Poderiam melhorar inúmeras coisas mas temos que seguir aí em frente com o underground.

Agradecemos imensamente a atenção dedicada e deixa aqui um espaço para as considerações finais da banda, se assim desejarem.

Bruno: Olha que eu que agradeço o espaço aqui no Portal do Inferno, o debut do Divulsor vai sair esse ano o EP foi apenas uma amostra, e cada vez mais shows, onde chamarem o Divulsor pra tocar, estamos aí. Valeu mesmo!

DIVULSOR é:
Bruno Schmidt: Todos os instrumentos

Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato 
Sites relacionados:
https://www.facebook.com/divulsor 
https://sanguefrioproducoes.com/artistas/DIVULSOR/58