Um dos pilares do heavy metal é a Alemanha. Os grupos germânicos são cultuados nos 4 cantos do Planeta Terra, as bandas são referências para os headbangers e em vários gêneros: desde o tradicional até o mais extremo.

Visionática após um show. Da esq. à dir: Buhl, Avodem,Spanner e Zahn. Imagem: divulgação.

Um grupo que busca seu espaço no cenário é o Visionatica. O quarteto oriundo de Nuremberg pratica um metal sinfônico, cuja sonoridade reflete influências de Epica e Edenbridge, por exemplo.

Os alemães possuem dois álbuns lançados: Force of Luna (2016) e Enigma Fire (2019). Quem deu detalhes sobre a trajetória dos bávaros, foi a vocalista Tamara Avodem.  O time é completado por: Manuel Buhl (guitarra), Tim Zahn (baixo) e Gerhard Spanner (bateria).

Confira:

1)Visionatica possui 2 álbuns de estúdio. O que cada um deles significa para a banda e qual o seu preferido?

Force of Luna foi ótimo para nós. Está cheio de energia, paixão e amor. Pessoalmente para mim significou o início de uma ótima era com a banda.

Já o Enigma of Fire é mais simples, porém é mais apimentado. Nós aprendemos muitas coisas novas e aplicamos nesse álbum. Nós também ousamos e demos o nosso melhor. Penso que é o diferencial para ouvi-lo e senti-lo.

2)Quando você começou a cantar e quais bandas te inspiraram?

Você ficará surpreso com a minha resposta, pois, minha primeira inspiração como cantora foi a Shakira. Eu fui uma grande fã dela. Depois vieram Within Temptation, Nightwish e Épica e foi a partir daí que eu mergulhei de cabeça no mundo do metal.

3)Por conta da Covid-19, os festivais de verão da Europa foram cancelados. O quão isso afetou o Visionatica? Quais os planos para o futuro?

Tivemos vários shows cancelados. Foi justamente no período em que nós tínhamos vários planos. Espero poder acompanhar todos os shows no próximo ano e então recomeçar o que havíamos planejado no início.

Imagem: divulgação.

4) O heavy metal alemão possui boas bandas e que influenciam vários headbangers ao redor do mundo. Por quê a Alemanha é essa referência e como vê a atual cena para as bandas?

Eu acredito que toda banda de heavy metal tem algo especial e único. Alguém que não conhece o heavy metal, irá dizer que é tudo igual, mas, não é. Mas quem conhece e ama as músicas, nota a diferença! A nossa cena é muito vasta e isso faz com que na nossa oportunidade mostremos o DNA do grupo.

5)Por fim, falando de Brasil, há alguma banda daqui que você goste. Há planos de um dia fazer shows por aqui?

Infelizmente, eu não conheço nenhuma banda brasileira. Mas eu amo o país,as tradições e as pessoas. Meu objetivo um dia é passar férias no Brasil. Sobre tocar no Brasil, ainda não há planos, mas seria maravilhoso fazer uma turnê e conhecer o país. Um festival na praia seria algo incrível.

Leonardo Cantarelli

Headbanger, jornalista formado, autor de 2 livros e mesatenista!

Deixe um comentário