Lothlöryen: “é chato pra caramba tocar sempre a mesma coisa”

  • Post author:

Em recente entrevista ao blog Metal Brasil, o guitarrista do Lothlöryen, Leko Soares opinou sobre às mudanças de direcionamento no atual som da banda, a dificuldade em se viver de metal no Brasil e ainda falou sobre a relação entre o Lothlöryen e o Tuatha de Danann.

Confira os principais trechos:

O som de vocês vai mudar devido às mudanças de formação?

Vai mudar. É óbvio que a entrada do Daniel Felipe que tem um timbre de voz totalmente diferente do antigo vocalista já traria algumas mudanças à sonoridade da banda, porém, acho que o nosso som tá sempre mudando porque é chato pra caramba ficar tocando sempre a mesma coisa. Nós estamos sempre ouvindo outras coisas, anexando influências ao nosso estilo de som e é natural que cada cd traga algo novo pra galera que nos acompanhe. Se não tiver novidade, não tem porque lançar outro cd.

Vocês possuem empregos fora da música?

Sim. Todos nós. Viver de metal no Brasil é coisa pra poucos. Ou o cara tem que ralar muito, ou é playboy e o papai pode bancar o sonho de rock star do (a) filho (a).

Como foi a experiência de tocar ao lado do Tuatha?Em que ano, onde e como isso ocorreu?

Tocamos muitas vezes com o Tuatha. Somos vizinhos de cidade e conheço a galera da banda desde a época da primeira demo, Last Pendragon. O Lothlöryen veio bem depois, mas teve um baita apoio do Tuatha no começo, o que permitiu podermos seguir com nossas próprias pernas nos anos seguintes.

A matéria na íntegra, você pode ler através do link: http://metalbrasilblog.blogspot.com/2011/11/metal-brasil-entrevista-lothloryen.html

Redação

Portal do Inferno é um site especializado em notícias do rock n roll ao metal extremo, resenhas, entrevistas e cobertura de shows e eventos!

Deixe um comentário