Por: (Arte Metal)

Esta banda curitibana surgiu em 2003, mas o primeiro trabalho complete saiu somente este ano e é este Another Day of Torment. Antes, a banda havia lançado a demo “Age of Shadows” (2004), o EP Souls of Purgatory em 2009 e o single Obscure Desire em 2010. Todas as canções contidas nos dois últimos trabalhos foram regravadas e incluídas neste debut.

A espera de 13 anos por um disco completo valeu à pena e mostra que o grupo não parou no tempo. Afinal, o Death Metal apresentado pela banda soa atual em diversos sentidos. Desde a sua execução, o timbre dos instrumentos e o peso adicionado, as músicas aqui são bem modernas, mas não no sentido de tendência, mas sim na parte de estética.

Unindo técnica e brutalidade, a banda consegue destilar composições consistentes, com estruturas bem feitas e equilibradas. O Cromathia também adota certa variação rítmica, além de incrementar doses pequenas de ‘groove’ e melodia em suas composições, o que as enriquecem ainda mais.

Riffs certeiros e carregados dão o tom do peso, que conta com a pegada e agressividade da cozinha que o enfatiza, tudo tendo à frente os ótimos vocais de Max Vorax, que opta por cantar ora rasgado, ora gutural, fazendo uma transição extremamente natural e que se encaixa perfeitamente à proposta.

Outro ponto forte é a ótima produção, que atende aos padrões atuais. O disco foi gravado por Thomé Araújo ao lado da banda no Avant Garde Studios, conseguiu dar equilíbrio e um bom tom às composições. Rise of a New Age, Noble Thief e Strong Empire resumem bem o potencial do grupo.

Cromathia - Another Day of Torment

Nota: 8,0

Tracklist:

  1. Another Day of Torment
  2. Rise of a New Age
  3. Burning Like 1000 Suns
  4. Noble Thief
  5. Strong Empire
  6. Souls of Purgatory
  7. Supremacy Never Dies
  8. Obscure Desire
  9. Convincing Pain
  10. Burning Like 1000 Suns

Link sobre a banda:

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.