Por: (Arte Metal)

O DARKSYDE é um dos principais nomes do Metal cearense e, após 28 anos de atividades, chega ao seu terceiro full-lenght, oitavo no total se contarmos as demos que a banda já lançou. “Gates of Time… and Fragments of Madness” praticamente celebra todos esses anos, trazendo regravações de faixas das três primeiras demos da banda.

O grupo lançou dois excelentes discos, e este terceiro seria a prova de fogo da banda para se consolidar de vez no cenário. E, sem dramas, a banda consegue ao menos se manter onde chegou. O disco traz uma performance soberba, de quem está no seu auge criativo e com energia acima do normal.

O Thrash Metal da banda, ríspido como sempre, se mostra cativante, com riffs encorpados e solos melodiosos, um baixo direto e uma bateria com uma pegada intensa, além de uma velocidade descomunal nos dois bumbos. Tudo com linhas vocais agressivas e rasgadas, que casam perfeitamente com a sonoridade da banda.

Interessante notar a influência de Metal tradicional que a banda carrega e adota algumas melodias leves, que diferencia seu Thrash Metal e traz uma certa identidade ao Darksyde. Aliás, em alguns momentos a banda pende bastante para o estilo e o mais incrível, sem perder suas características.

“Gates of Time… and Fragments of Madness” celebra esse momento especial, tanto que vem com três bônus, sendo uma música em sua versão original de cada demo abrangida no álbum, além de um carte recheado de fotos da época das demos, além de textos apresentando o álbum e as demos. Tudo com participações especiais de vários ex-integrantes da banda. Que belo trabalho!

Darksyde - Gates of Time... and Fragments of Madness

Nota: 8,5

Link sobre a banda:

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.