Por: (Arte Metal)

Os paulistanos do FIRE STRIKE entram para aquela galeria das bandas que se tornaram conhecidas mesmo antes de lançar o primeiro disco. Afinal de contas, a banda fundada em 2005 solta somente agora seu primeiro álbum completo, após lançar demos, EP e splits.

Claro, quando se fala em ‘ser conhecido’ é no meio underground, pois a banda liderada por Helyad Amaro (único integrante da formação original na atualidade) tem certa consolidação no cenário metálico nacional. Por isso, “Slaves of Fate” se tornou um trabalho tão aguardado.

A espera valeu e muito à pena, pois a experiência adquirida com o tempo fez diferença, além do fato de a banda contar com integrantes de gerações diferentes (do grupo), trazendo assim uma aura mais abrangente. Das nove faixas, cinco são inéditas e quatro regravações bem conhecidas do público.

As novas composições mantêm a essência da banda, ou seja, aquele Heavy Metal oitentista puro e simples, com melodia na dose certa, agressividade e levada enérgica. Com um timbre de guitarras bem característico, a sonoridade do disco parece ter viajado no tempo e se adaptado à roupagem atual. Mérito de Andria Busic (BUSIC, DR.SIN) que como produtor conseguiu tirar o melhor da banda e alcançar uma sonoridade propícia.

A vocalista Aline Nunes é um dos destaques, com uma interpretação ‘raçuda’ e buscando tons altos sem escorregar. A moça mostra que tem conhecimento de causa e não se faz de rogada ao investir em linhas típicas da época de ouro do Metal. Tudo acompanhado por um instrumental de qualidade e executado com maestria.

Reach For Your Life e a faixa título se destacam entre as novas composições, sendo que as clássicas Master of The Seas, Streets of Fire e Our Shouts Is Heavy Metal já entram com o jogo ganho, pois já são conhecidas do público e garantem a apreciação até de quem ainda não ouviu a banda. Bela e mais que merecida estreia.

Fire Strike - Slaves of Fate

Nota: 8,5

Tracklist:

  1. Reach for your Life
  2. Master of the Seas
  3. Slave of your Fate
  4. Eletric Sun
  5. The wolves don’t Cry
  6. Losing Control
  7. Streets of Fire
  8. Lust
  9. Our shout is Heavy Metal

Links sobre a banda: 

Site

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.