Por: (Arte Metal)

O Herege é uma banda novíssima que vem do interior do Espírito Santo, mais precisamente de Iúna. Formado em 2015 e apesar de novíssimo, o grupo aposta em uma sonoridade que passa longe das modernices e perfeições que assolam a música extrema atual.

Aqui os estilos que dominam os porões do underground se aliam e geram uma música tosca que serve como trilha sonora para temáticas que abordam política e o sistema falido deste nosso ‘brasilzão’. Dentro deste bolo encontram-se elementos do Death Metal, Grindcore, Crust e Hardcore.

Optando por cantar em português, as letras são tão diretas quanto às composições. Sem meias palavras, a banda passa sua mensagem tendo um instrumental cru e simples, mas que se preocupa com a coesão. As levadas simples são cativantes e convidam o ouvinte a bater cabeça.

A produção é bem natural, mas consegue traduzir a sonoridade proposta. Os destaques ficam por conta de faixas como Polícia Corrupta, Dinheiro, Basta de Preconceito, Terra Morta e Mentes da Alienação. Ainda há cinco faixas ao vivo como bônus que mostram a ‘tosqueira’ da banda nos palcos, o que é bem legal e vai bem, obrigado.

Formado por Juliano Freitas “Herege Maldito” (bateria) Davi Ambrósio “Homem Bomba” (baixo/vocal), Everton Silva “Peste” (guitarra/vocal) e Lucas Barbosa (guitarra), o Herege honra o underground e impõe uma sonoridade bem característica da música pesada nacional.

Herege - Terra Morta

Nota: 8,0

Tracklist:

  1. Policia corupta
  2. Terno e gravata
  3. Dinheiro
  4. Basta de preconceito
  5. Cegueira
  6. Terra morta
  7. Mentes da alienação
  8. Instinto corrupto
  9. Inferno nuclear
  10. Bandidos no plenario
  11. Em nome do progresso
  12. Ilusão
  13. Aqui jaz
  14. Inferno nuclear (Live)
  15. Inocentes (Live)
  16. Mentes da alienação (Live)
  17. Repressão (Live)
  18. Terra morta (Live)

Link sobre a banda: 

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.