Por: (Arte Metal)

Os mineiros do Profecia do Caos formam uma banda relativamente nova, afinal o grupo surgiu em 2014. Pregação da Maldição é o primeiro trabalho do grupo e foi lançado este ano, isto é, um bom tempo em relação ao surgimento da banda e de preparação para seu primeiro registro.

A prova disso é a qualidade encontrada em Pregação da Maldição. Investindo em uma mescla entre o Thrash e o Death Metal, adicionando aí uma boa dose de ‘groove’, a banda consegue destilar composições de qualidade, equilíbrio e peso na medida certa, sem nenhum exagero.

É perceptível que a banda não se preocupa em reinventar nada, mas também não se deixa levar diretamente por nenhuma influência. As músicas mostram-se cheias de quebradas, riffs poderosos e pegadas enérgicas da cozinha onde o mencionado ‘groove’ aparece.

Outro grande diferencial da banda é a opção por cantar letras em português, sendo que o vocalista Edu Kramer manda muito bem num gutural inteligível que destilam temas relacionados à sociedade doentia em que vivemos atualmente. Tudo tendo uma produção condizente com a proposta das músicas e de certa forma natural.

Profecia, Olhos Vendados, Pilhagem e Apocalipse do Ódio talvez sejam os destaques, sim talvez, afinal a cada audição uma faixa diferente chama atenção. Não que a banda copie as bandas mencionadas, mas fãs de Sepultura, Claustrofobia, Korzus e Disbelief irão assimilar com mais facilidade a proposta.

Profecia do Caos

Nota: 8,0

Tracklist:

  1. Intro / Profecia
  2. Olhos Vendados
  3. Punição
  4. Nostradamus
  5. Pilhagem
  6. Apocalipse de Ódio
  7. Visões
  8. Pregação da Maldição

Link sobre a banda:

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.