Por: (Arte Metal)

Fall of the Seventh Golden Star é o terceiro álbum dos noruegueses da banda Cretura e surge três anos após seu sucessor When the Dead Goes to Dance (2013). A evolução da banda é latente, sendo que o septeto dá um passo gigante em sua sonoridade que mescla Symphonic e Black Metal.

A banda pode ter perdido um pouco de agressividade em relação aos trabalhos anteriores, mas a maturidade e lapidação em relação à sua sonoridade são grandes, sendo que acertaram também em cheio na produção a cargo de Wahoomi Corvi no  Realsound  Studios, que traz limpidez sem tirar o peso.

A variação no clima das músicas também é muito interessante, sendo que em certos momentos a banda pende para o lado mais sinfônico e em outros soa Black Metal, mas sem perder seus arranjos clássicos. Flertes com o Gothic Metal, inspirados por Cradle of Filht, também aparecem, porém de forma mais tímida.

É impossível não destacar o trabalho vocal de Sárá Márjá Guttorm que soa perfeito quando cantados de forma limpa e agressivos na medida certa quando rasgados. Ela ainda conta com apoio da tecladista Kine-Lise Madsen Skjeldal nos ‘backings’ e com urros do guitarrista Markus Oddekalv Pettersen. Completam o time Marius Toen (guitarra), Jørgen Beijer Johnsen (baixo) e Michael Sveri (bateria).

Cretura - Fall of the Seventh Golden Star

Nota: 8,5

Tracklist:

  1. Past, Present & Future
  2. Reign of Terror
  3. Grand Warfare Through Dark Ages
  4. Voices of Hunger
  5. Funeral Roses
  6. Northern Winds
  7. Pray for a Brighter Tomorrow
  8. Når lyset dør
  9. At the 11th Hour
  10. The Pale Horseman & the Hunter of the Sky
  11. The Last Song of the Earth

Links sobre a banda:

Facebook / Reverbnation

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.