Pouco após um ano de sua primeira vinda ao Brasil, os russos do Arkona retornaram ao País, demonstrando a força que o folk metal tem apresentado por esses lados. Nos últimos anos, diversas bandas do estilo vieram tocar em nossas terras, às vezes com intervalos bem pequenos entre shows, sempre tendo um resultado positivo. Isso foi comprovado pela Clash Club comportar um público maior do que a apresentação do grupo no ano passado.

A abertura da noite ficou ao cargo da banda Sigfadhir que, em pouco tempo de palco, empolgou os presentes; além do grupo Ordo Draconis Belli e sua tradicional apresentação de luta, já conhecida pelos frequentadores dos shows de folk metal.

Arkona

Brevemente antes do horário previsto, um pouco antes das 21 horas, a introdução Az anunciou o início do show com os integrantes subindo um a um no palco, ovacionados pelo público. Sem muita enrolação, Masha e companhia abriram com Arkaim. Uma das mais esperadas, Goi, Rode, Goi, veio logo no início do setlist. Incansável, Masha pulava por todos os espaços possíveis do pequeno palco da Clash Club e comandava os fãs com gestos e olhares. Usando ainda uma pele por cima das roupas, demonstrou uma resistência impressionante dentro do calor que estava a casa. Não que o calor incomodasse os presentes, que se espremiam em frente ao palco ou pulavam na roda no meio da plateia. 

Arkona

Com uma música executada atrás da outra sem muita enrolação, a plateia estava entregue aos russos. Apesar disso, era possível ver no rosto de Masha e também de Vladimir a alegria pela recepção dos brasileiros. O músico, aliás, merece destaque pelo seu solo na gaita de fole e por se alternar entre diversos instrumentos ao longo do show.

O tradicional “wall of death” durante Stenka na Stenku não faltou e, atentendo a pedidos da vocalista, o público abriu um longo corredor do palco até o bar, ao fundo, para o momento. Com Yarilo, o grupo saiu brevemente do palco antes de voltar para o tradicional bis.

Arkona

Kupala i Kostroma encerrou a apresentação de forma intensa e no que depender de Masha, que despediu-se dizendo que espera ver todos novamente em breve, e do público extremamente satisfeito, não irá demorar para que o Arkona retorne ao Brasil para mais uma turnê energética e bem-sucedida.

Confira a galeria completa desse show!

Deixe um comentário