Apocalyptica – Espaço Santa Clara – São Paulo/SP

Depois de quase sete anos de sua única apresentação por aqui, como banda de abertura de um show do Megadeth, e após vários boatos sobre uma possível vinda e o cancelamento de um show previsto para acontecer numa praia do Guarujá (litoral do estado) em janeiro, os fãs brasileiros da banda finlandesa Apocalyptica puderam, finalmente, acompanhar no último final de semana, dias 2 e 3 de junho, aos primeiros concertos do grupo como atração principal em nosso país, divulgando seu mais recente trabalho, o ótimo 7th Symphony, lançado em 2010. Após um show realizado no Carioca Club para um grande público no dia anterior, no domingo fomos acompanhar o segundo e derradeiro show em terras paulistas, a ser realizado no Espaço Santa Clara, localizado na região das Perdizes. Uma casa nova para o “circuito” de shows, pois era o primeiro do estilo a ser realizado por lá, mas que por suas dimensões e clima mais intimista e por ter uma excelente acústica, parece ter sido mesmo uma ótima escolha para esse evento.

Apocalyptica

Após um atraso de cerca de 40 minutos, as luzes se apagam e começa a soar nos alto-falantes a versão de Jeff Buckley para a já famosa Hallelujah, de Leonard Cohen, música escolhida pela banda como introdução de seus shows para esta turnê. Um a um, e sob os gritos de um público já bastante ansioso, Eicca Toppinen (violoncelo), Paavo Lötjönen (violoncelo), Perttu Kivilaakso (violoncelo) e Mikko Sirén (bateria) vão lentamente surgindo no palco, para a execução de On the Rooftop with Quasimodo, seguida de 2010 e da energética Grace, para, então, mandarem a primeira cover da noite, a mais do que clássica Master of Puppets, para o delírio dos fãs. A banda já demonstrava ali que se esforçaria ao máximo para que aquela noite fosse inesquecível, não só para eles mas para todos aqueles que há tanto tempo os esperavam, agitando e “chamando” o público o tempo todo, e foram prontamente correspondidos.

Apocalyptica

Na sequência, chamam ao palco o competente vocalista convidado Tipe Johnson, que acompanharia a banda (muito bem, diga-se de passagem) em Not Strong Enough e I’m Not Jesus. Eicca diz, então, que a próxima música seria de uma banda que todos eles curtiam muito e, que depois do Metallica, era um dos maiores motivos deles terem começado a tocar juntos e de terem criado o Apocalyptica. A música era Refuse/Resist, do Sepultura, que fez a galera gritar e agitar do início ao fim. Veio, então, a rápida Quutamo e, ao final desta, enquanto os outros respiram um pouco, Perttu permanece sozinho no palco para um pequeno solo. Logo os demais voltam para um momento um pouco mais intimista do show, que começa com a calma e belíssima Sacra, e segue com Nothing Else Matters, cantada quase que em uníssono. Na sequência, a banda volta ao seu ritmo acelerado com Last Hope e For Whom The Bell Tolls, para que só então o vocalista Tipe Johnson retorne ao palco para Life Burns!, e para encerrar a primeira parte do show, Seek & Destroy e a pesadíssima Inquisition Symphony.

Apocalyptica

Depois de uma breve pausa e sob diversos aplausos e berros pedindo por “one more song!”, a banda retorna e diz que tocariam uma música que há muito tempo não vinham mais tocando, mas que como eram seus primeiros shows completos por aqui depois de tantos anos, os fãs mereciam ouvi-la. A música em questão era One, que acho que nem preciso dizer que foi mais do que bem-vinda e muito vibrada por todos. Depois dela, Tipe Johnson volta ao palco mais uma vez para a carismática I Don’t Care, que foi logo seguida por Enter Sandman e a fantástica Hall of the Mountain King, peça clássica do grande compositor Edward Grieg, encerrando a noite de forma espetacular.

Ovacionados e muito aplaudidos, a banda agradeceu o apoio e o carinho de todos e se despediu, prometendo que se depender deles, certamente não irão mais demorar tempo assim para voltar ao Brasil. E é isso que nós também esperamos, certo?

Setlist:

On the Rooftop with Quasimodo
2010
Grace
Master of Puppets (Metallica cover)
Not Strong Enough
I’m Not Jesus
Refuse/Resist (Sepultura cover)
Quutamo
Psalm 1 (Perttu solo)
Sacra
Nothing Else Matters (Metallica cover)
Last Hope
For Whom the Bell Tolls (Metallica cover)
Life Burns!
Seek & Destroy (Metallica cover)
Inquisition Symphony (Sepultura cover)

Bis

One (Metallica cover)
I Don’t Care
Enter Sandman (Metallica cover)
Hall of the Mountain King (Edward Grieg)

Clique aqui para ver todas as fotos deste show!

Portal do Inferno

Portal do Inferno é um site especializado em notícias do rock n roll ao metal extremo, resenhas, entrevistas e cobertura de shows e eventos!

Deixe um comentário