Heaven Shall Burn e Parkway Drive – Carioca Club – São Paulo/SP

  • Post author:

A ideia de juntar duas bandas para uma turnê conjunta costuma ser muito bem aproveitada pela produtora Liberation que nesse último sábado trouxe o Heaven Shall Burn, divulgando seu novo disco, Veto, e o Parkway Drive promovendo Atlas, seu recente álbum . Ambas as bandas já haviam se apresentado anteriormente no País e dessa vez passaram por diversas capitais brasileiras.

Em São Paulo, o evento aconteceu no Carioca Club que, devido às altas temperaturas que têm assolado o País nas últimas semanas, chegou provavelmente a mais de 40 graus, fazendo com que o sol forte fora da casa fosse até confortável. Mesmo assim, isso sequer desanimou o público que chegou cedo ao local e, praticamente lotando a casa, assistiu a abertura da noite feita pela banda santista Bayside Kings.

Bayside-Kings-04

Em um set curto, o grupo foi extremamente bem recebido e tratado de forma respeitosa. Boa parte dos presentes mostraram já conhecer o material do grupo, algo que nem sempre se vê com as bandas de abertura nacionais dos eventos. O vocalista Milton Aguiar facilmente comandou a plateia e ainda chegou a se jogar nela ao final da apresentação com Still Strong, saindo de lá aplaudido por todos.

Heaven-Shall-Burn-

Chegada a hora do Heaven Shall Burn, foi possível ver que, apesar de não ser a banda principal da noite, muitos estavam ali para conferir a apresentação deles. As rodas, já existentes desde a banda de abertura se intensificaram durante o show. Apesar de ser a tour de divulgação do disco Veto, apenas duas canções desse álbum foram executadas : Hunters Will Be Hunted e Land of The Upright Ones. Como o tempo de show seria mais curto, os alemães fizeram um apanhado geral pela sua discografia com o ponto alto da noite sendo a sequência Endzeit e Black Tears. Infelizmente em alguns momentos, o volume da voz do vocalista Marcus Bishoff soava baixo mas não chegou a comprometer a apresentação.

Parkway Drive

Na hora da atração principal, o Carioca Club se tornou uma celebração. Com um som pesado, que pode enganar aqueles que julgam bandas pelo visual, o Parkway Drive levou o público a uma festa na qual a pista era tomada por rodas enormes e objetos infláveis de piscina como barcos, boias, jacarés, entre outros, que voavam para todos os lados, indo diversas vezes até o palco e sendo devolvidos. Sem poder subir no palco, restou à plateia se jogar pela frente da grade, para então voltar ao meio da pista pela lateral. Em um determinado momento, houve até um fã mais empolgado que subiu no ombro de amigos e foi parar no camarote superior.

Com a temperatura extremamente alta, o chão do palco chegou a ficar molhado fazendo com que o baixista Jia O’Connor escorregasse enquanto brincava de deslizar. Com bom humor, o músico continuou a tocar deitado no chão e ainda rodopiou. Os problemas no volume da voz que afetaram o Heaven Shall Burn também ocorreram com o vocalista Winston McCall. Mas, em muitas situações, o coro do público cobria essa falha técnica. As faixas do disco Atlas agradaram aos presentes, que demonstraram conhecê-las muito bem, mas a música mais pedida ficou para o final. Carrion encerrou a apresentação do Parkway Drive deixando a plateia exausta após três intensos shows que agradaram todos no local.

Clique aqui e confira todas as fotos desse show

 Set list Heaven Shall Burn

The Weapon They Fear
Counterweight
Profane Believers
Land of The Upright Ones
Combat
The Omen
Hunters Will Be Hunted
Voice of The Voiceless
Awoken
Endzeit
Black Tears
Trepassing The Shores of Your World

Set list Parkway Drive

Sparks
Old Ghost/New Regrets
Sleepwalker
Karma
Idols And Anchors
Boneyards
Dark Days
Deliver Me
The River
Home Is For The Heartless
Romance Is Dead
Swing
Wild Eyes
Carrion