Within Temptation – Espaço Victory – São Paulo/SP

Quatro anos, um álbum e uma perceptível mudança sonora depois, o Within Temptation aportou em nossas terras. Um sábado de muita chuva, numa casa ainda relativamente desconhecida do público (o Espaço Victory, na Penha), e um incidente no translado da banda, que ocasionou a perda do telão que seria usado no palco (a nota pode ser lida nesse link: www.facebook.com/wtofficial/posts/10150553637482986) poderia fazer os mais negativistas vislumbrarem um show que teria pouca expressão. Porém, isso rapidamente começou a se desmanchar quando, ainda da plataforma do metrô, era possível enxergar a fila quilométrica que se formou antes da abertura da casa. Um público incrivelmente grande, que quase deu a volta na casa, mostrava claramente para quem ainda insiste em chamar o Within Temptation de “banda de paga pau” que a coisa, definitivamente, não é bem assim.

Within Temptation

E até mesmo o citado problema com o telão foi suprimido com uma apresentação impecável dos holandeses. A banda, dessa vez, se apresentou com Sharon den Adel (vocal), Ruud Jolie (guitar), Jeroen Van Veen (baixo) e Martijn Spierenburg (teclado), que estiveram aqui no show de 2008, mais Mike Coolen (bateria, que passou a fazer parte da banda nesse intervalo entre os shows) e Stefan Helleblad (guitar, que substitui o fundador da banda, Robert Westerholt, nas turnês fora da Europa, já que Robert mantém uma opção familiar de permanecer em casa cuidando dos filhos. Para quem não sabe, Robert é casado com Sharon). E, o que se viu em 1h30 de apresentação, 16 músicas, foi uma banda competentíssima naquilo que faz, num palco com iluminação impecável e uma produção sem repreensões. Quando a intro mecânica do show se fez ouvir e as luzes se apagaram, os gritos na casa (que não possui uma acústica 100%) tornaram-se ensurdecedores, mostrando a paixão dos fãs e a vontade que todos mantinham reprimida dentro de si em poder conferir novamente um show do Within Temptation.

Within Temptation

A música escolhida para abrir a noite foi Shot in the Dark e, a partir daí, um passeio pela fase mais recente da banda (o show teve dois terços dele baseado nos dois últimos álbuns da banda, e o terço restante entre os álbuns iniciais) e umas pitadas de “velharia” para agradar aos fãs clássicos (grupo onde me incluo). Hinos como Ice Queen e Mother Earth fizeram a casa tremer e o vocal de Sharon quase ser encoberto nas partes de maior ênfase, numa interação de banda/público de emocionar! Tivemos até a surpresa de poder ouvir Deceiver of Fools nessas pitadas de “antigueiras”. Conforme o show decorria, o que víamos com frequência no palco era a já marcante carismática e simpática presença de todos, principalmente de Sharon e Ruud, que fazem questão de estarem sempre a frente, trocando olhares e gestos com o público, expressões de felicidade dos músicos, muita coesão musical e uma resposta pontual do público em todos os momentos. As músicas mais novas funcionando muito bem, com uma bela reação dos presentes. Sharon mantendo a posição de centro da banda, apresentou diferentes figurinos durante a apresentação e foi a mais ovacionada desde o início, inclusive ganhando um ursinho de pelúcia de uma fã. Mother Earth fechou o setlist regular, que contou ainda com Hand of Sorrow e Stairway to the Skies no bis, fechando assim definitivamente esse show memorável.

Within Temptation

Uma apresentação mais forte e marcante que a anterior, sem dúvida. Uma banda mais madura e consistente no palco, mantendo a simpatia que sempre lhe foi peculiar. Um público apaixonado, fiel, que mais uma vez lotou a casa (assim como aconteceu no Espaço Lux em 2008) e certamente deixou o Within Temptation com a sensação de obrigatoriedade da volta numa próxima turnê. E uma produção esmerada, que conseguiu contornar os problemas acontecidos quando da chegada da banda no Brasil e fez com que tudo acontecesse da melhor forma possível. Uma noite para ser lembrada até por quem não é fã da banda.

Setlist:

Shot in the Dark
In the Middle of the Night
Faster
Fire and Ice
Ice Queen
Our Solemn Hour
Stand My Ground
Sinéad
What Have You Done
Iron
Angels
Memories
Where Is the Edge
Deceiver of Fools
Mother Earth

Bis

Hand of Sorrow
Stairway to the Skies

Clique aqui para ver todas as fotos deste show!

Portal do Inferno

Portal do Inferno é um site especializado em notícias do rock n roll ao metal extremo, resenhas, entrevistas e cobertura de shows e eventos!

Deixe um comentário