Por: (Arte Metal)

O AFFRONT chega ao seu segundo disco mostrando agressividade, fato que já ocorreu no debut “Angry Voices” (2016), mas que ganhou contornos mais diretos neste novo álbum. A veia Thrash mais ‘old school’ também foi enfatizada, resultando numa sonoridade mais direta.

Por se tratar do segundo trabalho, podemos constatar que a banda ainda procura sua fórmula ideal e que está cada vez mais perto disso. Não que o Affront não tenha encontrado um ‘rumo’, mas sim que o tem seguido com personalidade e mantém-se moldando.

É bem evidente também que a banda mostra que não está afim de se estagnar, tanto que mostrou algo mais trabalhado e versátil em sua estreia, e aqui cai em algo mais raivoso e objetivo, o que cai perfeitamente bem à sua proposta, que é não economizar na brutalidade em seu som.

Visceral e com fortes refrãos. “World In Collapse” não deixa de lado as influências de música brasileira que a banda vem apostando desde o seu início. Fato que fica evidente com as linhas de bateria (vide Sowed By Lies), que encaixam influências de música brasileira e mostra que a banda sabe valorizar a nossa rica cultura.

Infelizmente o Brasil não influencia apenas no quesito musical, já que as letras do AFFRONT exploram o caos sócio-político do país, além de nossa violência geral e injustiças. Destaque para faixas como Dirty Blood, Your Lies Your Fall, Favelas, Senzalas, a já mencionada e uma das melhores do disco Sowed By Lies, além da ótima faixa título.

Nota: 8,5

Link sobre a banda: 

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.