Por: (Arte Metal)

É muito bom saber que Jefferson Britto (vocal/baixo, MY THRENODY, ex-SILENT CRY) é a mente pensante por traz do IN APOSTASIA. Afinal, este guerreiro do underground já provou e prova participações em diversos artefatos metálicos que enriqueceram / enriquecem a cena brasileira. Ao seu lado triunfam Lucas na guitarra e o baterista Daniel.

Apesar de ter sido lançado em 2015, este segundo álbum é a bola do jogo da banda mineira e não por acaso. “Hail The Kings” é um disco riquíssimo em termos de Black Metal, pois adere diversas facetas do estilo, passando pela raiz, bebendo um gole do que foi manejado na Noruega e adotando aquela fórmula única do Metal extremo nacional.

Guitarras ríspidas servem de base para uma sonoridade caótica e gélida, ditada por uma seção rítmica direta e precisa, que engata alternâncias bruscas que só dão mais ênfase à agressividade das composições. Tudo com vocais típicos do estilo, rasgados e maléficos como pede.

O trabalho traz, além de um ótimo repertório – com destaque para Fire Within, Tamoio Confederation e Burning Crosses, cinco homenagens com destaque para as versões de Christ’s Death do SARCÓFAGO e Countess Bathory do VENOM. Um trabalho digno do Metal extremo brasileiro e do Black Metal mundial.

In Apostasia - Hail the Kings

Nota: 8,5

Links sobre a banda:

Site

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.