Considerada uma das maiores e mais influentes bandas do metal tradicional e da chamada NWOBHM (New Wave of British Heavy Metal), os ingleses do Saxon desembarcaram mais uma vez no Brasil, para uma apresentação única no País a ser realizada na casa A Seringueira, em São Paulo, no dia 26 de março. A banda, que acaba de lançar o seu vigésimo álbum de estúdio, intitulado Sacrifice, e que teve a Cidade do México como ponto de partida da Sacrifice World Tour 2013, chegou à capital paulista apenas um ano e meio após sua última passagem por aqui.

Saxon

Apesar do dia escolhido (uma terça-feira), e da chuva que despencou por toda a cidade durante boa parte da tarde, um bom público compareceu ao evento, marcado para começar às 21h. Após um atraso de cerca de vinte minutos, as luzes se apagam e tem início a intro, Procession. Um a um, o experiente quinteto formado em 1977, e que conta atualmente com Biff Byford (vocais), Paul Quinn e Doug Scarratt (guitarras), Nibbs Carter (baixo) e Nigel Glockler (bateria), adentrou ao palco, e abriu o show com a faixa-título e primeiro single do novo trabalho, a potente Sacrifice. Seguiram com Chasing the Bullet, do disco anterior, e o primeiro clássico da noite, Power and the Glory.

A banda toda parecia bastante animada, especialmente o baixista Nibbs Carter, que não parava um só minuto e corria e pulava de um lado para o outro. E foi assim até o final do show. A nova Made In Belfast soou muito bem ao vivo, e To Hell And Back Again fez todo mundo agitar de novo. Wheels of Terror, também do disco novo, deu prosseguimento ao show, e Never Surrender deixou o público ainda mais empolgado com o que ainda estaria por vir. A execução de Conquistador, faixa que a banda não costuma tocar com muita frequência, pegou alguns de surpresa, mas também agradou, assim como não poderia deixar de ser com a clássica The Eagle Has Landed.

Após um breve solo do guitarrista Doug Scarratt, a banda voltou com Stand Up and Fight, outra boa faixa do novo trabalho. Biff trocou então algumas palavras com o público, agradecendo a presença de todos e dizendo como era “sempre bom” tocar para o incrível público de São Paulo. Outra surpresa (muito bem recebida) viria a seguir, com a inclusão no set de Broken Heroes, faixa que, segundo Biff, nunca tinha sido tocada por aqui, e que também foi bastante aplaudida. Daí em diante, foi uma incrível sequência de clássicos, para fã nenhum botar defeito. Quase sem pausa para respirar, a banda executou a rápida 20,000 Ft, 747 (Strangers in the Night), que como sempre foi um dos pontos altos do show, a incrível Rock ‘n’ Roll Gypsy, oferecida para todas as garotas dos anos 80, e Wheels of Steel. Fechando a primeira parte, tivemos ainda a sempre indispensável Crusader, um hino da banda e que tem sempre o seu refrão cantado por todos.

Depois de uma rápida pausa, a banda voltou para o bis com Heavy Metal Thunder. Sem perder tempo, seguiram com Strong Arm of the Law, e como já era esperado, com Denim and Leather. Ainda faltava alguma coisa, e é claro que antes de irem, eles sabiam que ao menos mais uma música não poderia faltar. E foi assim que encerraram o show, de forma magistral, com Princess of the Night.

Quem compareceu, viu uma verdadeira aula de heavy metal, que mais uma vez mostrou porque o Saxon continua sendo, mesmo após quase 40 anos de estrada, uma das bandas mais importantes e respeitadas do estilo. E que assim continuem sendo, por muitos e muitos anos ainda, e sempre passando por aqui em suas próximas turnês.

 

Set list:

Procession (intro)
Sacrifice
Chasing the Bullet
Power and the Glory
Made In Belfast
To Hell and Back Again
Wheels of Terror
Never Surrender
Conquistador
The Eagle Has Landed
Guitar Solo (Doug Scarratt)
Stand Up and Fight
Broken Heroes
20,000 Ft
747 (Strangers in the Night)
Rock ‘n’ Roll Gypsy
Wheels of Steel
Crusader

Bis:
Heavy Metal Thunder
Strong Arm of the Law
Denim and Leather
Princess of the Night

 

Portal do Inferno

Portal do Inferno é um site especializado em notícias do rock n roll ao metal extremo, resenhas, entrevistas e cobertura de shows e eventos!