Haggard – Carioca Club – São Paulo/SP

  • Post author:

Apesar de já ter vindo para a América Latina e inclusive ter gravado um DVD ao vivo aqui, os alemães do Haggard não haviam ainda passado pelo Brasil. Donos de uma sonoridade peculiar, que inclui elementos do heavy metal, musica clássica e folk, foram recebidos por um público que, vindo de vários estados, aguardavam os músicos ansiosamente.

Para o show em São Paulo, no dia 25 de fevereiro, no Carioca Club, a banda contou com 11 membros no palco: além das tradicionais guitarras, baixo, teclado e bateria haviam uma soprano, dois violinos, um violoncelo, flauta e oboé. Todos ajeitados no pequeno palco da casa. Infelizmente, devido ao tamanho do palco alguns membros passaram alguns momentos despercebidos pelo público, pois um músico ficava momentaneamente à frente de outro. Mas nada que comprometesse a apresentação.

Haggard

Asis Nasseri, vocalista e guitarrista, se mostrava visivelmente emocionado com a recepção do público brasileiro logo na execução das primeiras músicas da noite como em Heavenly Damnation e The Final Victory. Com isso, a banda foi se soltando e interagindo cada vez mais. Asis conversava com o público, algumas vezes até se alongando em suas falas entre as canções.

Em outro momento, ao perguntar se haviam estudantes de canto lírico e entre elas alguma soprano, convidou ao palco duas fãs para acompanhar a banda ao lado da vocalista Susanne que, com seu talento, roubava a atenção de muitos dos presentes. Tanto que durante uma parte na qual ela cantava, Asis, junto do baixista Giacomo e do guitarrista Claudio, sumiram do palco, desceram até a plateia e caminharam pela lateral dela e se dirigiram ao fundo da casa próximo à mesa de som com alguns fãs incrédulos e outros que nem perceberam. E, tocando, interagiram com eles dali mesmo para depois voltar ao palco e se juntar aos demais membros da banda, que nessa hora foram todos à frente do palco.

O clima de descontração continuou quando tocaram uma pequena parte de South of Heaven do Slayer como intro para Per Áspera Ad Astra. E na sequencia desta após a apresentação dos integrantes, parte da banda executa o Hino Nacional Brasileiro em homenagem aos fãs, dizendo ser uma honra fazê-lo enquanto os outros respeitosamente de pé se põem de lado e observam a execução.

Haggard

Mais uma vez, Asis agradeceu ao público pela presença e também elogiou os produtores locais por terem permitido que eles se apresentarem ao público brasileiro, também se desculpou, dizendo que infelizmente, devido ao horário logo a apresentação, iria encerrar. Pedindo para o público gritar, as duas últimas canções foram executadas com Awaking The Centuries, provavelmente a mais aguardada, sendo ovacionada e acompanhada pelos presentes.

Com ela encerrou-se o primeiro e breve show do Haggard em terras brasileiras. E tanto pela banda, que demonstrou uma felicidade, talento e respeito enormes a todos, quanto pelo público que aplaudiu com o famoso coro de “Olé, olé” já característico de vários shows, essa deve ser a primeira de futuras apresentações deles por aqui.

Setlist:

Pestilencia
Heavenly Damnation
The Final Victory
The Observer
In a Fullmoon Procession
Upon Fallen Autumn Leaves
The Days Has Heaven Wept/ Origin Of A Crystal Soul
The Sleeping Child
Eppur Si Muove
In Des Königs Hallen
Tales Of Ithiria
Lost (Robin’s Song)
Herr Mannelig
Per Aspera Ad Astra
Hino Nacional Brasileiro
Al Inizio È La Morte
Awaking The Centuries

Clique aqui para ver todas as fotos deste show!

Deixe um comentário