Rhapsody of Fire – Carioca Club – São Paulo/SP

Um ano e meio após sua última apresentação em São Paulo, a banda italiana de Metal Sinfônico/Power Metal Rhapsody of Fire voltou à cidade na noite do último sábado (29/06), para o encerramento da turnê sulamericana divulgando o seu último trabalho “From Chaos To Eternity”, lançado em 2011 e apenas alguns meses antes das divergências que culminaram com a saída do guitarrista e co-fundador da banda, Luca Turilli.
Com um Carioca Club relativamente cheio e contando com um público já bastante ansioso, às 19h em ponto começa a intro e logo a banda vai surgindo no palco para dar início à apresentação com From Chaos to Eternity, faixa-título do último trabalho. Contando atualmente com Fabio Lione (vocal), Alex Staropoli (teclado), Tom Hess e Roberto De Micheli (guitarras), e os irmãos Oliver Holzwarth (baixo) e Alex Holzwarth (bateria), a banda já parecia querer demonstrar desde o começo do show que as recentes mudanças em sua formação não prejudicaram em nada a sua performance, e que estavam dispostos a encerrar mais esta turnê em grande estilo, para a alegria dos fãs brasileiros.
O show seguiu então com Triumph or Agony, The March of the Swordmaster e Unholy Warcry e, logo após esta última, Fabio Lione anuncia que cantariam uma música em sua língua-pátria, a primeira que gravaram em italiano, a bela Lamento Eroico, interpretada com maestria pelo vocalista. Na sequência veio a já clássica Land of Immortals, que foi muito comemorada, e ela foi a última antes dos já tradicionais solos, onde os irmãos Holzwarth puderam demonstrar toda a sua técnica. Teve até uma palhinha de músicas do Van Halen e do Rush entre eles, o que arrancou diversos aplausos da platéia. Os demais integrantes voltaram depois do rápido “respiro” e já foram logo mandando ver com Knightrider of Doom, até que veio outra já muito aguardada pelos fãs, Dawn of Victory, com seu refrão cantado quase que em uníssono pela platéia.
Era então chegada a hora de uma música que a banda gravou em diversas línguas, e como fez questão de lembrar Lione, um momento mágico para ele pois contou com a participação pra lá de especial do grande ator Christopher Lee (o Saruman da trilogia do filme O Senhor dos Anéis), intitulada The Magic of the Wizard’s Dream. Logo na sequência, veio o que talvez fosse a música mais aguardada por todos desde o início, a grudenta Holy Thunderforce, que foi cantada à plenos pulmões pela galera e serviu para a banda sair totalmente ovacionada do palco. Mais uma breve pausa e logo retornam com Reign of Terror, seguida de uma intro para a não menos épica Emerald Sword, do clássico Symphony of Enchanted Lands, executada de forma magistral e com o público totalmente em êxtase.
Para fechar a noite, mandaram ainda duas curtas passagens instrumentais que, mesmo não empolgando tanto, serviram para encerrar a noite de forma grandiosa e deixando aquele largo sorriso no rosto de quem teve a oportunidade de presenciar mais esta grande apresentação.
Setlist:
Dark Mystic Vision (intro)
Ad Infinitum (intro)
From Chaos to Eternity
Triumph or Agony
The March of the Swordmaster
Unholy Warcry
Lamento Eroico
Land of Immortals
Drum Solo
Bass Solo
Knightrider of Doom
Dawn of Victory
The Magic of the Wizard’s Dream
Holy Thunderforce
Reign of Terror
Encore:
Epicus Furor
Emerald Sword
Act VI: Erian’s Lost Secrets
The Splendour of Angels’ Glory (A Final Revelation)

Um ano e meio após sua última apresentação em São Paulo, a banda italiana de Metal Sinfônico/Power Metal Rhapsody of Fire voltou à cidade na noite do último sábado (29/6), para o encerramento da turnê sulamericana divulgando o seu último trabalho From Chaos To Eternity, lançado em 2011 e apenas alguns meses antes das divergências que culminaram com a saída do guitarrista e co-fundador da banda, Luca Turilli.

Com um Carioca Club relativamente cheio e contando com um público já bastante ansioso, às 19h em ponto começa a intro e logo a banda vai surgindo no palco para dar início à apresentação com a faixa-título do último trabalho. Contando atualmente com Fabio Lione (vocal), Alex Staropoli (teclado), Tom Hess e Roberto De Micheli (guitarras), e os irmãos Oliver Holzwarth (baixo) e Alex Holzwarth (bateria), parecia que a banda já queria demonstrar desde o começo do show que as recentes mudanças em sua formação não prejudicaram em nada a sua performance, e que estavam dispostos a encerrar mais esta turnê em grande estilo, para a alegria dos fãs brasileiros.

O show seguiu então com Triumph or Agony, The March of the Swordmaster e Unholy Warcry e, logo após esta última, Fabio Lione anuncia que cantariam uma música em sua língua-pátria, a primeira que gravaram em italiano, a bela Lamento Eroico, interpretada com maestria pelo vocalista. Na sequência veio a já clássica Land of Immortals, que foi muito comemorada, e ela foi a última antes dos já tradicionais solos, onde os irmãos Holzwarth puderam demonstrar toda a sua técnica. Teve até uma palhinha de músicas do Van Halen e do Rush entre eles, o que arrancou diversos aplausos da plateia. Os demais integrantes voltaram depois do rápido “respiro” e já foram logo mandando ver com Knightrider of Doom, até que veio outra já muito aguardada pelos fãs, Dawn of Victory, com seu refrão cantado quase que em uníssono pelo público.

Era então chegada a hora de uma música que a banda gravou em diversas línguas, e como fez questão de lembrar Lione, um momento mágico para ele pois contou com a participação pra lá de especial do grande ator Christopher Lee (o Saruman da trilogia do filme O Senhor dos Anéis), intitulada The Magic of the Wizard’s Dream. Logo na sequência, veio o que talvez fosse a música mais aguardada por todos desde o início, a grudenta Holy Thunderforce, que foi cantada à plenos pulmões pela galera e serviu para a banda sair totalmente ovacionada do palco. Mais uma breve pausa e logo retornam com Reign of Terror, seguida de uma intro para a não menos épica Emerald Sword, do clássico Symphony of Enchanted Lands, executada de forma magistral e com o público totalmente em êxtase.

Para fechar a noite, mandaram ainda duas curtas passagens instrumentais que, mesmo não empolgando tanto, serviram para encerrar a noite de forma grandiosa e deixando aquele largo sorriso no rosto de quem teve a oportunidade de presenciar mais esta grande apresentação.

Setlist:

Dark Mystic Vision (intro)
Ad Infinitum (intro)
From Chaos to Eternity 
Triumph or Agony 
The March of the Swordmaster  
Unholy Warcry 
Lamento Eroico 
Land of Immortals 
Drum Solo 
Bass Solo 
Knightrider of Doom 
Dawn of Victory 
The Magic of the Wizard’s Dream 
Holy Thunderforce
Reign of Terror

Bis:
Epicus Furor 
Emerald Sword 
Act VI: Erian’s Lost Secrets 
The Splendour of Angels’ Glory (A Final Revelation)

Clique aqui para ver todas as fotos deste show!

Portal do Inferno

Portal do Inferno é um site especializado em notícias do rock n roll ao metal extremo, resenhas, entrevistas e cobertura de shows e eventos!

Deixe um comentário