Por: (Arte Metal)

A Alemanha duela com os EUA para saber quem tem as melhores bandas de Thrash Metal no mundo. Inclusive ambos os países possuem o seu ‘big four’. Mas, o que mais importa é que a gente, fã do estilo, sai ganhando, pois quanto mais bandas de qualidade vindas de qualquer lugar do mundo fazendo Thrash Metal, melhor.

Porém, para as bandas destes países, o peso é maior na hora de por a mão na massa. Com certeza não é diferente com o CENTRATE, grupo alemão oriundo de Dillenburg, Hesse. A banda aposta no Thrash, mas não se mostra preocupada em soar como os grandes conterrâneos e muito menos dentro de uma estética.

O que ouvimos neste debut é um Thrash Metal agressivo, que não se prende ao ‘old school’ e muito menos tenta andar junto com a modernidade. Podemos dizer que sua música é atemporal e irá agradar os dois lados da moeda. Além disso, a banda varia nos ritmos, mostrando-se versátil em diversos quesitos.

O legal do CENTRATE é que o quarteto consegue beirar o Death Metal se utilizando de diversas passagens ‘blast beats’, e resgatar elementos não tão mais em voga no estilo, como a batida seca da bateria que arrepia o ouvinte e convida ao ‘pogo’ com uma cadência inexplicável.

Destaque para faixas como In The Face of Death, Soul Collector e Old Man’s Table. A produção de Thilo Krieger, no Desert Inn Studio, deu uma leve estourada deixando o som meio estridente, porém a qualidade ainda é acima da média, o que não abala a o conjunto da obra de “Ritual”, que é uma boa estreia.

Centrate - Ritual

Nota: 8,0

Tracklist:

  1. Voodoo
  2. In the Face of Death
  3. Forever Mine
  4. Soul Collector
  5. Old Man’s Table
  6. Infected
  7. Kill till Death
  8. Revenge
  9. Ritual
  10. Exorcism

Links sobre a banda: 

Facebook

Heavy Metal Rock

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.