Viper – Via Marquês – São Paulo/SP

Depois de quase seis meses se apresentando pelo país com a To Live Again Tour, que passou por 15 Estados brasileiros, e de abrir os últimos shows do Kiss em São Paulo e no Rio de Janeiro, o Viper voltou à capital paulista no último domingo, 2 de dezembro, para o show de encerramento da referida e bem-sucedida turnê, que comemora os 25 anos de lançamento do primeiro disco da banda, o clássico Soldiers of Sunrise.

Viper (Julio Feriato/Heavy Nation)

Com um público inferior ao que esteve presente no mesmo local em julho, ocasião em que o show foi integralmente gravado para um futuro DVD, com previsão de lançamento para abril de 2013, houve um atraso de quase uma hora do horário anunciado. Somente por volta das 20h55 que a luzes se apagaram e, após a introdução, o quinteto formado por Andre Matos (vocais), Felipe Machado e Hugo Mariutti (guitarras), Pit Passarell (baixo) e Guilherme Martin (bateria) finalmente tomou o palco e abriu o seu set com Knights of Destruction, para a alegria dos fãs.

Seguindo a proposta de tocar os dois primeiros discos da banda na íntegra, todos já sabiam então o que viria na sequência. Mas, claro, nem por isso a animação e empolgação do público foi menor – mesmo com o fato de terem tido alguns problemas com a regulagem do som durante as primeiras músicas, onde pouco se ouvia a voz de Andre Matos. O show prosseguiu, passando por faixas como Signs of the Night, a faixa-título Soldiers of Sunrise, que teve seu refrão cantado por todos, até o encerramento da primeira parte com H.R.

Viper (Julio Feriato/Heavy Nation)

A banda, então, deixou do palco, e um documentário contando um pouco da história dos primeiros anos do grupo foi exibido nos telões. Fotos, entrevistas, trechos de shows e alguns fatos bem curiosos foram apresentados, como o dia em que um princípio de incêndio provocado por um pedaço da tocha que Andre Matos utilizava num show quase acabou com o Teatro do Colégio Rio Branco, na época do lançamento do disco Theatre of Fate.

Após o fim da exibição do documentário e a bela introdução Illusions, a banda começou a segunda parte do show com At Least A Chance. Seguiram com as clássicas To Live Again e A Cry From The Edge, até chegarem à sempre muito aguardada Living For The Night, que mais uma vez contou com a participação do guitarrista Yves Passarell, um dos membros fundadores do grupo, hoje integrante do Capital Inicial. Durante a execução desta, a banda aproveitou para se apresentar e fazer alguns agradecimentos, e antes da parte final, Andre Matos assumiu o baixo e deixou o microfone à cargo de Pit. Depois de tocarem ainda Theatre of Fate e Moonlight, encerraram a segunda etapa com Prelude To Oblivion, bastante aplaudidos por todos.

Viper (Julio Feriato/Heavy Nation)

Mais alguns minutos se passam e logo a banda voltou para o bis. Com Pit novamente nos vocais, tocaram Evolution, e uma verdadeira festa tomou o palco durante Rebel Maniac, com os roadies, produção e o pessoal do site Wikimetal, grandes responsáveis por essa turnê de reunião, cantando o famoso refrão “everybody, everybody” juntamente com banda e público. Para fechar a noite, tivemos ainda a já tradicional cover de We Will Rock You,  clássico do Queen.

E foi assim, em grande estilo, que o Viper encerrou a To Live Again Tour. Resta saber se foi realmente uma despedida ou se a banda retornará dentro de mais alguns anos, quem sabe comemorando os 25 anos de Theatre of Fate ou até mesmo do Evolution. Certamente os fãs já aguardam ansiosos e torcendo muito por isso, mas se realmente irá acontecer, só o tempo irá nos contar. 

Set list:

Primeira parte:
Knights of Destruction
Nightmares
The Whipper
Wings of the Evil
Signs of the Night
Killera (Princess of Hell)
Soldiers of Sunrise
Law of the Sword
H.R.

Segunda parte:
Illusions
At Least a Chance
To Live Again
A Cry from the Edge
Living for the Night
Theatre of Fate
Moonlight
Prelude to Oblivion

Bis:

Evolution
Rebel Maniac
We Will Rock You (Queen cover)

 

Portal do Inferno

Portal do Inferno é um site especializado em notícias do rock n roll ao metal extremo, resenhas, entrevistas e cobertura de shows e eventos!

Deixe um comentário