Paul Di’Anno – Carioca Club – São Paulo/SP

Existe uma brincadeira entre algumas pessoas que, não importa o show que você vá, haverá ao menos uma camiseta do Iron Maiden. Do mais extremo show de heavy metal a algum show pop, passando por festivais como o Lollapalooza Brasil, sempre é possível avistar alguém vestido com o Eddie. Tal paixão brasileira pelo Iron Maiden também é possível de ser vista em shows solo de seus ex-vocalistas, como no caso de Paul Di’Anno que se apresentou em São Paulo no Carioca Club no último domingo.

Para colocar os fãs no clima, a conhecida banda tributo ao Iron Maiden, Children of The Beast, fez um set com diversos clássicos como Number of The Beast ou Hallowed Be Thy Name em um belissimo palco e trazendo figurinos específicos como a máscara em Powerslave ou a bandeira e uniforme militar em The Trooper. Bem recebida por todos, a banda teve direito até a um Eddie em determinado momento do show e cumpriu seu papel de abrir a noite.

Na sequência, foi a vez dos gaúchos do Scelerata subirem ao palco. Com um som que possui influências que vão do metal melódico ao thrash metal, a banda fez uma apresentação correta, mas que cortou um pouco do clima de “Iron Maiden” que havia na noite. A banda ainda apresentou uma cover de Master of Puppets e a canção Must Be Dreaming composta por Andi Deris do Helloween.

Nessa hora, o Carioca Club estava com a pista completamente lotada, com poucos espaços visíveis ao fundo dela. A paixão pelo Maiden já citada pode ser vista em toda sua intensidade. Ovacionado, Paul Di’Anno entrou no palco apoiado em uma muleta, pois desde que levou um tiro na perna, o vocalista tem dificuldades de andar e por isso não se locomove muito no palco. O que não impede o cantor de conseguir comandar o público.

Com um set list mesclando canções de seu período no Iron Maiden mais algumas composições de sua carreira solo, o público demonstrou-se bem empolgado cantando, como sempre acontece quando envolve Iron Maiden, as letras e as melodias da guitarra como ocorreu em Transylvania. Mesmo suas músicas próprias foram acompanhadas ou ao menos aplaudidas ao final de cada execução.

Di’Anno explicou que essa tour seria a última e que quando embarcava para o Brasil soube do falecimento de Clive Burr e dedicou ao antigo companheiro de banda a canção Remember Tomorrow em um momento que emocionou muitos dos presentes. E após pouco mais de uma hora, encerrou a noite com Running Free cantada por uma plateia que não parou de agitar, cantar ou pular durante toda a apresentação.

No mundo do heavy metal não há muitas certezas sobre separações e finais de banda, e se essa for realmente a última tour, Paul entregou aos fãs, mesmo com suas limitações de locomoção e estando fora de forma, um belo show, intenso e direto, dando Pa plateia o que ela queria ouvir: vários clássicos do Iron Maiden com a voz original.

Set list Paul Di´Anno:

Sanctuary (Iron Maiden cover)
Purgatory (Iron Maiden cover)
Wrathchild (Iron Maiden cover)
Prowler (Iron Maiden cover)
Marshall Lockjaw
Murders in the Rue Morgue (Iron Maiden cover)
The Beast Arises
Children of Madness
Remember Tomorrow (Iron Maiden cover)
The Faith Healer
A Song for You
Genghis Khan (Iron Maiden cover)
Charlotte the Harlot (Iron Maiden cover)
Killers (Iron Maiden cover)
Phantom of the Opera (Iron Maiden cover)

Bis:
Transylvania (Iron Maiden cover)
Running Free (Iron Maiden cover)

Clique aqui e veja todas as fotos desse show!